Festivais Regionais

Os Festivais Regionais tiveram o ponto de partida em 1999, sendo que nesta altura o único festival a ser realizado era o Festival Monsenhor Américo. Mais tarde, em 2008, realizou-se a 1ª edição do EScurtas – Festival de Curtas-Metragens, mas foi só em 2011 que estes dois festivais se juntaram dando assim início aos Festivais Regionais. De forma a aprofundar outras vertentes do espírito criativo dos escuteiros da Região de Braga, em 2014 iniciaram-se dois novos concursos que se juntaram aos dois já existentes: o Concurso de Peças de Fogo de Conselho e o Concurso de Fotografia Escutista.

Festival Monsenhor Américo

O Festival Monsenhor Américo que pretende promover as capacidades artísticas, musicalidade e criatividade, em contexto escutista.

EdiçãoDataLocalVencedorTítulo da Canção
Novembro 1999Cine-Teatro Garrett – Póvoa Varzim – Cego do MaioNúcleo Guimarães (Agrup. 323 Sta Eufémia Prazins)
Núcleo Cego Maio (Agrup. 38 Matriz e 123 S. José Ribamar)
– Ser Escuteiro 
– Ser Caminheiro 
Novembro 2000Auditório Teatro Construção – Joane – FamalicãoNúcleo Cego do Maio (Agrup. 38 Matriz)“Para Sempre” (Hino ACAREG 2001)

Fevereiro 2002Auditório dos Bombeiros Voluntários de Vila VerdeNúcleo Guimarães (Agrup. 935 Donim / 331 S. Dâmaso)“Mãos de Homem Novo
Fevereiro 2003Salão Paroquial S. Jorge de Selho – Pevidém – GuimarãesNúcleo Famalicão (Agrup. 558 Pedome)“Ecos de Paz”
Fevereiro 2004Estúdio Fénix – FafeNúcleo Cego do Maio (Agrup. 123 S. José Ribamar)“Dá-me um Sorriso”
Fevereiro 2005Auditório do ISAVE–Fontarcada – Póvoa LanhosoNúcleo Póvoa Lanhoso (Núcleo)“Abre os Sentidos” (Hino ACAREG 2005)

Fevereiro 2006Auditório Municipal – Vieira do MinhoNúcleo Vila Verde (Agrup. 1266 Duas Igrejas)“Tronco da Vida”
Fevereiro 2007Auditório do Conservatório de Música Calouste Gulbenkian – BragaNúcleo de Barcelos (Agrup. 618 Galegos Sta Maria)“100 anos de Caminho a Seguir”
Março 2008Fórum S. Bento Menni – BarcelosNúcleo de Famalicão (vários Agrupamentos)“Ser parte de Ti”
10º21 Fevereiro 2009Grande auditório da Casa das Artes – FamalicãoNúcleo de Famalicão (Agrup. 558 Pedome)“Põe-te a mexer”
11º20 Fevereiro 2010Auditório da Escola Profissional de Vila VerdeNúcleo de Famalicão (Agrup. 558 Pedome)“Mais Ação” (Hino ACAREG 2010)
12º09 Abril 2011Auditório Vita – BragaNúcleo de Braga (Comunidade Gilwell)“Um dia Serei Capaz de me Dar.”
13º28 Abril 2012Centro Social e Paroquial das Caxinas – Vila do CondeNúcleo de Fafe (Agrup. 1274 Britelo S. Pedro)“Explora o teu sim”
14º27 Abril 2013Auditório do ISAVE – Póvoa de LanhosoNúcleo de Braga (Agrup. 219 Gualtar)“Faz-te ao Largo!”
15º5 Abril 2014Auditório Centro Pastoral das Taipas – GuimarãesNúcleo Famalicão (Agrup. 558 Pedome)“Aqui estamos (sem medo) ”
16º25 Abril 2015Pavilhão Multiusos FafeNúcleo Guimarães
(Agrup. 5 Ronfe)
“Para onde vais?”
17º9 Abril 2016Escola Camilo Castelo Branco – Vila Nova de FamalicãoNúcleo de Famalicão (Agrup. 558 Pedome)“Escuteiro diferente” (Hino ACAREG 2016)
18º29 Abril 2017Auditório dos Bombeiros Voluntários de Vila VerdeNúcleo de Famalicão (Agrup. 027 Bairro)“Sobe a montanha para encontrar”
19º14 Abril 2018Pavilhão do Centro Escolar Domingos Abreu – Vieira do MinhoNúcleo de Braga (Agrup. 1017 Sobreposta)“A força do teu sim”
20º04 Maio 2019Altice Fórum Braga – BragaNúcleo de Famalicão (Agrup. 558 Pedome)“Ser Demais”

Festival Escutista de Curtas-Metragens – ESCURTAS

O EScurtas – Festival de curtas-metragens, que pretende promover as capacidades artísticas, nomeadamente cinematográficas, em contexto escutista.

EdiçãoDataLocalTemaVencedorTítulo
23 Fevereiro 2008Casa das Artes – Vila Nova de FamalicãoO Escuteiro e a Boa Ação418 – Vila VerdeEstatueta Dourada
21 Março 2009Auditório Municipal de Barcelos (em parceria com a ART&TUR)Geração 2C: a Poção Mágica418 – Vila VerdeMetamorfose
8 Maio 2010Universidade do Minho – GuimarãesTu és de dar? Ou só receber?455 – Vermil, GuimarãesSonho de Criança
9 Abril 2011Auditório Vita – BragaMadre Teresa de Calcutá: o que não se dá, perde-se1044 – Tabuaças, Vieira do MinhoDhurata e duarve!
28 Abril 2012Centro Social e Paroquial das Caxinas – Vila do CondeDiz Sim!1017 – Sobreposta, BragaE tu, dirias sim?
27 Abril 2013ISAVE – Póvoa de LanhosoFaz-te ao largo418 – Vila VerdeA mochila mágica
5 Abril 2014GuimarãesNão tenhas medo813 – MarinhasNão tenhas medo de fazer o teu caminho
25 Abril 2015Multiusos de FafePara onde vais?316 – Sande S. MartinhoJanelas Douradas
2 Abril 2016Casa das Artes – Vila Nova de FamalicãoUm Escuteiro Diferente813 – MarinhasLiberta-te
10ª29 Abril 2017Auditório dos Bombeiros Voluntários de Vila VerdeA quem irás?1130 – BriteirosA fé que te move
11ª14 Abril 2018Pavilhão do Centro Escolar Domingos Abreu – Vieira do MinhoDespertar para Ti!532 – MascotelosArquétipo
12ª04 Maio 2019Altice Fórum Braga – BragaSer como Tu316 – SandeQuem eu sou faz a diferença

Concurso de Peças de Fogo de Conselho

O Fogo de Conselho é uma atividade recreativa e artística, uma das mais antigas tradições dentro do movimento escutista, tanto que o primeiro livro escrito para escoteiros, o Escotismo para Rapazes, já mencionava esta prática. Neste momento é feita a revisão do dia por meio de curtas, espontâneas e dinâmicas apresentações, que se podem traduzir em jogos, concursos, brincadeiras, danças, músicas e peças!

EdiçãoDataLocalVencedorTítulo
5 Abril 2014Auditório Centro Pastoral das Taipas – Guimarães316 – Sande S. Martinho
25 Abril 2015Pavilhão Multiusos Fafe966 – Medelo“Para onde vais?”
9 Abril 2016Escola Camilo Castelo Branco – Vila Nova de Famalicão1017 – Sobreposta“Seria tão mais fácil”
29 Abril 2017Auditório dos Bombeiros Voluntários de Vila Verde1017 – Sobreposta“Gestos fraternos”
14 Abril 2018Pavilhão do Centro Escolar Domingos Abreu – Vieira do Minho532 – Mascotelos“Fé Navegante”
04 Maio 2019Altice Fórum Braga – Braga532 – Mascotelos “Utopia do Eu”

Concurso de Fotografia Escutista

O Concurso de Fotografia Escutista tem como finalidade estimular a criatividade e o gosto pela fixação de imagens. Valorizar a arte de fotografar enquanto forma de expressar sentimentos, ações e mensagens. Fomentar a capacidade de observação dos nossos jovens e finalmente promover a fotografia como meio para a criação de oportunidades educativas.